Script do Menu

Selecionamos algumas informações importantes para deixar sua viagem ainda mais tranqüila.

 

Passaporte

Assim que programar uma viagem, verifique a validade do passaporte. Atualmente, diversos países pedem uma validade igual ou superior a 6 meses além da data de entrada no país de destino.
Se tiver que tirar um passaporte novo, procure o posto de atendimento do departamento da Polícia Federal mais próximo.
Importante: Não deixe para última hora pois, em época de férias, a emissão do passaporte pode levar várias semanas.

Mais informações.

Já começou a ser emitido o novo Passaporte Comum do brasileiro, que terá a cor azul, de acordo com o padrão estabelecido pelo Mercosul, e contará com 16 novos itens de segurança, que tornarão sua falsificação praticamente impossível. As mudanças seguem as normas internacionais de segurança estabelecidas pela organização de Aviação Civil Internacional (ICAO), agência ligada às Nações Unidas.

Os passaportes atuais continuarão em circulação pelo prazo normal de sua emissão, ou seja, até cinco anos após sua expedição. O possuidor de passaporte antigo ainda válido pode continuar usando o antigo até sua respectiva data de expiração. A validade do novo passaporte será de até cinco anos, como o atual.

ATENÇÃO PARA A DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA EMBARQUE DE MENORES EM VIAGEM AO EXTERIOR
O novo passaporte na cor azul, não traz a informação de filiação do viajante. Portanto, para os menores de idade, viajando ou não acompanhados dos pais, além de passaporte válido, é necessário apresentar no check-in o RG ou Certidão de Nascimento originais. Isso é imprescindível.

Mercosul
Para Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai, a Carteira de Identidade Civil, emitida pela Secretaria de Segurança Pública de cada Estado, são aceitas no lugar do passaporte, desde que a foto do passageiro não seja muito antiga, dificultando a identificação do mesmo. As carteiras profissionais (OAB, CREA, CRM, e outros), bem como as carteiras de habilitação e carteira de identidade, expedidas por órgãos militares, não são válidas.

Europa
Para viagens à Europa, favor verificar a dica “CARTÃO DE ASSISTÊNCIA DE VIAGEM”

Vistos

Se a viagem for para o exterior, verifique com antecedência se é necessária a obtenção de algum visto de turismo, de negócios ou estudante (dependendo do propósito de sua viagem).
Alguns vistos somente podem ser obtidos em Brasília. Passageiros de outras nacionalidades devem consultar a Embaixada do país a ser visitado para se informar sobre a necessidade da obtenção de vistos.
Certos países exigem agendamento de entrevistas com os próprios passageiros. Em alguns casos, só é possível agendar uma entrevista com mais de 3 meses de antecedência, como no caso dos Estados Unidos.

Um quadro geral de regime de vistos de Turismo e Negócios pode ser acessado clicando aqui

Cartão de Assistência de Viagem

Imagine que alegria realizar uma viagem sonhada após meses de planejamento. Agora imagine ver aquele sonho desmoronado por uma bagagem extraviada, um braço quebrado, uma dor de dente, ou até um acidente. Essas eventualidades podem acontecer a qualquer momento e pegar todo mundo de surpresa, por isso a importância do seguro de viagem.

O assunto é tão sério que muitos países europeus exigem a apresentação do seguro de viagem com assistência médica e hospitalar no valor de 30 mil euros logo na imigração.

Apesar de não ser necessário visto de entrada, para alguns países, o passageiro que deseja entrar nos países que assinaram o Tratado de Schengen, tem a obrigação de aderir a um seguro que cubra as despesas médicas e hospitalares, incluindo a ajuda social, resultante da assistência que ele poderia necessitar durante sua estada na Europa.

O contrato de segurança deverá cobrir a concorrência de 30.000 Euros. Os países incluídos neste Tratado são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia, Suiça e Países Baixos.
(Extraído do decreto 2004-1237 de 17 de novembro de 2004)

Vacinas

Dependendo de para onde o viajante está se deslocando, é preciso tomar alguns cuidados sobre os riscos de adoecer. Por isso, as informações e orientações necessárias para os viajantes devem fazer parte do planejamento de viagem. Algumas medidas devem ser previstas com antecedência como, por exemplo, a vacina contra febre amarela que é obrigatória para o ingresso em alguns países e deve ser tomada pelo menos dez dias antes da viagem.

A vacinação deve ser registrada no Certificado Internacional de Vacinação que é emitido em qualquer um dos postos da Anvisa em Portos, Aeroportos e Fronteiras. Caso tenha algum problema de saúde que contra indique a vacinação, consulte seu médico e solicite um atestado e apresente em um dos nossos postos para emissão do Certificado Internacional de Isenção de Vacinação.

Lista dos Postos de Vacinação da ANVISA
(Fonte: site da ANVISA em 11-jan-2007.)

Menores desacompanhados

Para viajar desacompanhado, o menor de 12 anos (viagens nacionais) ou de 18 anos (viagens internacionais), deve providenciar uma autorização para viagem.
Informamos que no dia 02 de janeiro de 2007 houve modificações na rotina de exigências para menores que viajam desacompanhados para o exterior.
Desta forma, conforme artigos 83, 84 e 85 do Estatuto da Criança e do Adolescente – E.C.A. – Lei Federal nº 8.069/90, as autorizações assinadas pelos pais com firma reconhecida em Cartório só serão aceitas desde que um dos pais esteja viajando com o menor.

Em caso contrário, de menores desacompanhados, faz-se necessária autorização judicial de acordo com os citados dispositivos legais. A autorização judicial é obtida no Juizado de Menores.

ATENÇÃO PARA A DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA EMBARQUE DE MENORES EM VIAGEM AO EXTERIOR
O novo passaporte na cor azul, não traz a informação de filiação do viajante. Portanto, para os menores de idade, viajando ou não acompanhados dos pais, além de passaporte válido, é necessário apresentar no check-in o RG ou Certidão de Nascimento originais. Isso é imprescindível.

Bagagem

A franquia de bagagem nos trechos aéreos obedece a regras especiais das Cias. Aéreas envolvidas, podendo variar ao longo da viagem, dependendo do trecho voado.
Nos vôos domésticos (no exterior), normalmente a franquia é de 20kg por passageiro, mais uma valise de mão. Em trechos voados com aviões pequenos, o limite poderá ser de 15 ou 10 kg. Em caso de excesso no peso e/ou dimensão da bagagem, haverá cobrança à parte deste excesso.

Bagagem de mão:
o passageiro terá direito a um volume de mão com até 5kg., tanto no trecho internacional, quanto nacional. Volumes extras poderão ser recolhidos na porta da aeronave. Leia com atenção o item NOVAS NORMAS DE SEGURANÇA.

Transporte Terrestre
No caso de traslado sem carro privativo, van, ou viagens em ônibus, a operadora providenciará o transporte de uma mala por pessoa, mais uma valise de mão. O transporte de malas excedentes será de inteira responsabilidade de cada passageiro. Em caso de incapacidade de carga do ônibus, micro-ônibus, van ou carro, não serão aceitas malas excedentes.

Novas Normas de Segurança nos Aeroportos:

Para protegê-lo contra a nova ameaça de explosivos líquidos, a União Européia (UE) adotou novas medidas de segurança que limitam a quantidade de líquidos com que pode passar através dos controles de segurança. Estas medidas aplicam-se a todos os passageiros com partida de aeroportos da UE, qualquer que seja o seu destino. Isto significa que nos controles de segurança você e a sua bagagem de mão serão inspecionados à procura de líquidos, para além de outros artigos proibidos. Contudo, as novas medidas de segurança não limitam os líquidos que possa comprar nas lojas localizadas depois de passar o ponto no qual lhe é pedido que mostre o seu cartão de embarque, ou a bordo de um avião operado por uma linha aérea da UE. As novas medidas de segurança estão em vigor desde o dia 6 de Novembro de 2006, em todos os aeroportos da UE, além dos da Noruega, Islândia e Suíça, até novo aviso.

Enquanto prepara a sua bagagem:
Tenha presente que apenas lhe será permitido levar pequenas quantidades de líquidos na sua bagagem de mão. Estes líquidos devem estar em embalagens individuais com um máximo de 100 ml. de capacidade cada uma. Estas embalagens devem ser colocadas num saco plástico transparente com fecho auto-adesivo ou outro com capacidade não superior a 1 litro por passageiro.

No aeroporto:
Para ajudar o pessoal de segurança, deve:

  • Apresentar todos os líquidos que leve ao pessoal de segurança para a sua inspeção no ponto de controle.
  • Tirar o seu casaco/sobretudo, que será inspecionado em separado, enquanto passa o controle de segurança.
  • Retirar os computadores portáteis e outros objetos eletrônicos grandes da sua bagagem de mão, que serão inspecionados em separado, enquanto passa o controle de segurança.

O que se consideram líquidos, de acordo com estas novas normas:

  • Água e outras bebidas, sopas, caldas, xaropes
  • Cremes, loções e óleos
  • Perfumes
  • Sprays
  • Gels, incluindo xampus e gels de banho
  • Os conteúdos das embalagens pressurizadas, incluindo espuma de barbear, outras espumas e desodorizantes
  • Pastas, incluindo pasta de dentes
  • Misturas de sólido-líquido
  • Rímel
  • Qualquer outro objeto de consistência semelhante

O que é que se altera?

Pode:

  • Levar líquidos na sua bagagem no porão porque as novas medidas apenas afetam a bagagem de mão.
  • Levar na sua bagagem de mão medicamentos e alimentos dietéticos, incluindo comida de bêbes, necessários para a sua utilização durante a viagem. Pode ser-lhe pedido que apresente prova de que são necessários.
  • Comprar líquidos como bebidas e perfumes, quer seja numa loja de um aeroporto da UE que esteja situada depois de passado o ponto no qual deve mostrar o seu cartão de embarque, ou a bordo de um avião operado por uma linha aérea da UE. Se foram vendidos num saco especialmente selado, não o abra antes de passar o controle de segurança (caso contrário os conteúdos podem ser confiscados no controle de segurança) (Se fizer escala/transbordo num aeroporto da União Européia não abra o saco antes de passar o controle de segurança no último aeroporto de ligação).Estes líquidos são adicionais às quantidades que se podem levar no saco de plástico com fecho auto-adesivo referido anteriormente

Se tiver alguma dúvida, por favor pergunte à sua companhia aérea.

 

Dinheiro

É importante que você se planeje com relação às suas despesas no exterior. As formas mais seguras de levar dinheiro numa viagem internacional são os cheques de viagens (traveller's checks) que possuem seguro, e cartões de crédito e de débito internacional.
De qualquer forma, é importante ter dinheiro com você, preferencialmente na moeda do país que você visita ou que seja fácil de ser trocada (Dólares Americanos ou Euros).

Para o começo da viagem, é importante levar consigo dinheiro trocado para gorjetas, táxis, etc.

Cota de Compras

O passageiro tem direito de realizar compras de até US$ 500 na volta ao Brasil, no free shop, além da cota de também US$ 500 para compras no exterior.

Existe um limite para a quantidade de produtos idênticos por passageiro:
- 24 unidades de bebidas alcoólicas, com quantidade máxima de 12 unidades por tipo de bebida.
- 20 maços de cigarros de fabricação estrangeira (total de 400 unidades).
- 25 unidades de charutos ou cigarrilhas.
- 250g de fumo preparado para cachimbo.
- 10 unidades de artigos de toucador (perfumes e cosméticos).
- 3 unidades de relógios, brinquedos, jogos ou instrumentos elétricos ou eletrônicos.
* Menores de 18 anos, mesmo acompanhados, não podem comprar bebidas alcoólicas ou artigos de tabacaria.

Alguns links úteis

Algumas informações aqui mencionadas podem ser alteradas sem aviso prévio.
Praça Floriano, 19/14o. andar - Cinelândia / Rio de Janeiro - Tel: (21) 2102-2424 - E-mail: vendas@pelagio.com.br